segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Workshop de Saúde e Bem-estar 2014 Coca-Cola: impressões sobre o evento

No último final de semana do mês de agosto/2014, foi realizado na cidade de Búzios/RJ evento promovido pela Coca-Cola Brasil para profissionais da saúde. Durante três dias, houve intensa troca de informações e aprendizado de ambos os lados. Pode parecer esquisito um médico endocrinologista em evento sobre refrigerantes, mas na ciência e na vida temos sempre que estar dispostos a ouvir as mais diversas opiniões. É assim que se aprende e é assim que se cresce.
Além de médicos, participaram nutricionistas, educadores físicos, especialistas em produção de alimentos, odontólogos. A Coca-Cola mostrou como desenvolve seus produtos, desde a produção até distribuição; explicou como é sua política de marketing; esclareceu dúvidas sobre adoçantes e outros aditivos alimentares; além de mostrar-se preocupada com a epidemia de obesidade e sedentarismo em que vivemos. Ao final de cada ciclo de palestras, a empresa fez questão de ouvir as opiniões e sugestões dos profissionais de saúde que participavam.
Além disso, como estratégia para mostrar a importância de uma vida ativa, fomos incentivados a participar de diversos exercícios físicos, sempre supervisionados por educadores capacitados.
O balanço geral foi muito positivo, contudo algumas coisas não podem ser negadas...
Apesar da demonstração da segurança dos aditivos e processo produtivo eficiente, diferentes estudos de grande porte associam o consumo regular de refrigerantes e de outras bebidas como sucos e isotônicos à obesidade e ao diabetes mellitus. Por exemplo, segundo estudo publicado em 2012 na revista médica NEJM por Qi e colaboradores, consumo tão baixo quanto uma a quatro porções de refrigerante por mês (!!!) já está associado com aumento de peso principalmente em indivíduos predispostos. Logo, a Medicina ainda acha que os refrigerantes tem muito pouco espaço dentro de uma alimentação equilibrada e que devem permanecer no banco dos réus até que se prove o contrário.
Um fato marcante do evento foi a fala de um dos representantes da Coca-Cola quando questionado sobre a possibilidade de redução de açúcar em alguns produtos. Segundo o mesmo, quem determina a quantidade de açúcar é o consumidor. A empresa fabrica o que as pessoas querem consumir. O que infelizmente é verdade. Outro ponto interessante é o portfólio imenso de produtos da Coca-Cola e a capacidade enorme para desenvolvimento de novos produtos. Isso quer dizer que a indústria de bebidas pode produzir opções mais saudáveis, desde que existam consumidores para comprá-los. Pense nisso!


Dr. Mateus Dornelles Severo
Médico Endocrinologista
Mestre em Endocrinologia
CREMERS 30.576

Nenhum comentário:

Postar um comentário