domingo, 21 de setembro de 2014

Malefícios da dieta sem glúten

A exclusão completa de nutrientes da dieta é algo que pode trazer mais prejuízos que benefícios à saúde. O glúten, proteína encontrada em cereais como trigo, aveia e cevada, vem sendo incorretamente incriminado por problemas como obesidade e excluído do cardápio de muita gente que não precisaria restringi-lo. Doença celíaca, sensibilidade não celíaca ao glúten e alergia são pouco frequentes e devem ser devidamente diagnosticadas por um médico antes que se indique uma dieta livre de glúten. Pessoas que eliminam as fontes de glúten por conta própria podem ter impacto negativo no aporte energético, de fibras e de vitaminas do complexo B.
Desde que os supostos malefícios do glúten começaram a ser bradados aos quatro ventos em 2010, as empresas que vendem alimentos "glúten-free" vem apresentando expansão de 30 a 40% ao ano. Nos Estados Unidos o setor já movimenta 5 bilhões de dólares por ano! Interessante, não? Ao que parece, tem gente ganhando muito dinheiro vendendo alimentos supostamente mais saudáveis a quem não precisaria consumi-los se não pertencesse a cerca de 1% da população que realmente tem intolerância ao glúten. Pense nisso quando for trocar seu pãozinho integral de custo acessível pelo alimento glúten-free bem mais caro.


Dr. Mateus Dornelles Severo
Médico Endocrinologista
Mestre em Endocrinologia
CREMERS 30.576

Nenhum comentário:

Postar um comentário