quarta-feira, 6 de maio de 2015

Sobrepeso e obesidade: identificando e combatendo o problema

O estilo de vida moderno, com hábitos alimentares incorretos e sedentarismo, faz crescer o número de pessoas com sobrepeso e obesidade. Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde, no ano de 2015, teremos no mundo 2,3 bilhões de pessoas com sobrepeso e 700 milhões de obesos. Um crescimento de 75 por cento comparado com 2005.
No Brasil, pesquisas recentes tem mostrado que 4 em cada 10 brasileiros estão com sobrepeso e que 1 em cada 10, está obeso.


Define-se como sobrepeso o IMC (índice de massa corporal) de 25 até 29,9 kg/m2 e como obesidade o IMC maior ou igual a 30 kg/m2.
O cálculo do IMC é muito simples. Basta dividir o peso pelo quadrado da altura, como mostra a fórmula a seguir:
IMC = peso (kg) / altura (m) x altura (m)
Exemplo:
Qual o IMC de uma mulher com 65 kg e 1,53 m de altura? O peso dela é excessivo?
IMC = 65 / 1,53 x 1,53
IMC = 65 / 2,34
IMC = 27,77 kg/m2 (ou seja, sobrepeso).
O problema associado ao excesso de peso é muito mais que estético. É uma questão de saúde! O sobrepeso e a obesidade estão associados a complicações como: aumento da glicose e diabetes mellitus, pressão alta, aumento do colesterol e triglicerídeos, aumento do risco de doenças cardíacas, hepatite por deposição de gordura no fígado, pedra na vesícula, distúrbios do sono como ronco e apneia, artrose de joelhos e quadril, doenças na pele, ansiedade, depressão e baixa autoestima.
Caso você suspeite que esteja acima do peso, calcule seu IMC e procure um endocrinologista. Quanto antes o tratamento for iniciado, melhores serão os resultados na prevenção e regressão das complicações associadas.

Dr. Mateus Dornelles Severo
Médico Endocrinologista
Mestre em Endocrinologia
CREMERS 30.576

Nenhum comentário:

Postar um comentário